Município Peso da Régua

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

A APDL está a elaborar um Plano de Gestão de Resíduos para a Via Navegável do Douro que permitirá disciplinar a gestão de toda a via e, por conseguinte, incrementar a qualidade da imagem turística, com vista à sustentabilidade territorial.
Esta iniciativa da entidade gestora vem dar resposta às situações de acumulação de resíduos nos cais, a maioria dos quais provenientes das embarcações que os utilizam.
Um dos casos que exige solução mais urgente é o cais da Régua, cujo depósito de lixo continua a constituir um problema para o município, apesar dos esforços já encetados quer pela APDL, quer pela autarquia, para a resolução do problema.

Assim, a APDL vai proceder à transferência dos contentores para uma zona onde deixará de existir impacto visual. Nesta altura, a entidade gestora aguarda apenas a entrega dos contentores para proceder à transferência.
Recorde-se que a APDL e a autarquia já levaram a cabo um conjunto de iniciativas para minimizar o impacto da acumulação de resíduos, como o enterro dos contentores e a contratação de uma empresa externa de recolha de lixo que é chamada a intervir sempre que existem acumulações.
O Cais da Régua é o principal cais ao longo da Via Navegável e, por isso, uma das portas de entrada no Douro e na sua capital histórica – Peso da Régua. A colocação do lixo fora dos contentores não dignifica a imagem com que este território se pretende distinguir e afirmar enquanto quarto destino turístico de preferência em Portugal.