Município Peso da Régua

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

O sacrário da Capela do Palacete das Caldas do Moledo foi intervencionado pelo Museu do Douro, no âmbito do projeto "Identificar para conservar", o qual tem como objetivo restaurar peças e objetos com valor patrimonial e sentimental e devolvê-las à Região Demarcada do Douro e, neste caso particular, ao concelho de Peso da Régua.

O sacrário foi devolvido no passado dia 22 de dezembro à Capela na presença de José Manuel Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua, Fernando Pinto e Fernando Seara, em representação da Fundação Museu do Douro e José Campos, em representação da Junta de Freguesia de Fontelas.
A recolocação do Sacrário foi coordenada pela equipa responsável pelo restaurado, a quem se agradece o magnifico trabalho concretizado.
O património de Peso da Régua, em particular, e do Douro, num sentido mais abrangente, é a génese da existência coletiva desta Região, garante de identidade e um vetor de desenvolvimento.
Nunca como hoje, a necessidade da memória se tornou tão fundamental para a caracterização e consolidação da identidade de um povo, de um território, pois são estas referências e valores que imprimem coesão e carácter à comunidade.
José Manuel Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua, considera o trabalho desenvolvido pelo Museu do Douro fundamental para a recuperação, salvaguarda, estudo, valorização e divulgação de bens culturais móveis de significativo valor patrimonial, de que é exemplo o Sacrário da Capela do Palacete de Caldas do Moledo. Na opinião do Autarca, o apoio a esse trabalho deve ser, cada vez mais, entendido como um investimento de rentabilidade assegurada.