Município Peso da Régua

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

A 9 de abril de 2018 - 100 anos após a batalha de La Lys, a Câmara Municipal do Peso da Régua cumpriu o dever de homenagear os cerca de trezentos reguenses que combateram na I Guerra Mundial.

Após a visita ao cemitério do Peso, onde o Arcipreste Luís Marçal evocou a memória dos reguenses combatentes na I Grande Guerra, teve lugar a cerimónia militar na Praça do Município, com a presença de militares do Centro de Tropas e Operações Especiais, de Lamego.
José Manuel Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua, sublinha a importância de homenagear os que nos precederam, num ato de justiça pela importância do seu contributo, não só para a consolidação da identidade de Peso da Régua, mas, neste caso em particular, de toda a Nação.

A batalha de La Lys deixou no povo português a evidência do sofrimento vivido nas trincheiras, o horror dos ataques com gases tóxicos e as marcas físicas de toda a violência. Portugal contou 600 mortos, 1500 feridos e 6 mil prisioneiros.
Em memória de todos, dezenas de reguenses participaram na homenagem promovida pela Câmara Municipal do Peso da Régua.